Siga o OP nas redes

Cultura

Salão Paroquial de Ruivães recebe amanhã o espetáculo comunitário “Última Ceia”

Publicado

em

O Salão Paroquial de Ruivães, em Famalicão, é palco esta sexta-feira, pelas 20h30, de um espetáculo comunitário intitulado “Ùltima Ceia”, que vai contar com cerca de uma dezena de participantes em cena, dos quais apenas um é ator profissional, sendo os restantes membros da comunidade.

O espetáculo é o resultado da ação “Se o Mundo Acabasse Amanhã, o Que Eu Faria Hoje?”, desenvolvida pelo município de Famalicão em parceria com a Momento – Artistas Independentes, e foi realizada com o objetivo de explorar a identidade da comunidade das freguesias de Bairro, Delães, Carreira, Bente, Ruivães e Novais recorrendo ao teatro, como arte principal, aliado à música, dança e videografia.

Este projeto artístico decorreu entre março e maio deste ano com habitantes das freguesias, com foco na inclusão de pessoas portadoras de deficiência, população sénior e pessoas em risco de exclusão social. Para o efeito, foram desenvolvidas parcerias com entidades locais como o Centro Social e Cultural de Bairro, Paróquia de Ruivães e Juntas de Freguesia.

A ideia-base desta ação surgiu de Diogo Freitas e Filipe Gouveia, dois jovens artistas da Momento – Artistas Independentes, uma estrutura de criação com sede na freguesia de Joane. “Achamos que seria interessante pensarmos um projeto que fosse 100% das pessoas” refere Diogo Freitas, encenador da ação.

O projeto arrancou com um processo de recolha de testemunhos em regime misto – online e presencial -, de modo a não infringir as restrições relacionadas com o Covid-19. As questões levantadas relacionavam-se com o sentimento da despedida, tema principal da ação. O texto que originou o guião “Ùltima Ceia” resultou da união das vozes dos entrevistados, suas histórias e crenças, de forma a permitir a criação de um trabalho artístico com o qual as pessoas se pudessem identificar e sentir como seu.

Ao longo do texto são confrontadas emoções, memórias e pensamentos mais fortes, que vão desde a saudade à esperança, enquanto é elaborada uma cerimónia de despedida à própria vida baseada nas perspetivas da comunidade envolvida no projeto.

Como complemento à atividade performativa, haverá a projeção de imagens obtidas durante o processo de auscultação da comunidade. É de salientar que a Momento também realizou atividades ligadas ao movimento e à dança com pessoas portadoras de deficiência do Centro Social e Cultural de Bairro, tendo, estas, ficado registadas em vídeo, servindo de complemento ao espetáculo. Para além deste registo, serão, de igual modo, partilhadas imagens do Grupo Zés P’reiras e Musical “Os Divertidos” e do Grupo Musical “Os Delaenses”.

Dada a limitação de lugares, o controlo da ocupação do espaço será feito através da atribuição de um bilhete gratuito, por pessoa, aquando da entrada no recinto que abrirá 30 minutos antes do início do espetáculo.

PARTILHE ESTE ARTIGO:

FAMA TV

FAMA RÁDIO

ARTIGOS RECENTES

ARQUIVO

OP NAS REDES