Siga o OP nas redes

Cultura

Famalicão: Fundação Cupertino de Miranda inaugura “Torre Literária”

Publicado

em

A Fundação Cupertino de Miranda, de Famalicão, abre na próxima segunda-feira, dia 19, a exposição “Torre Literária – Louvor e simplificação da literatura portuguesa”.

A mostra é comissariada por, António M. Feijó, João R. Figueiredo e Miguel Tamen, autores do livro “Cânone”, um livro de crítica literária, que estabelece um cânone da literatura portuguesa, com uma lista de cerca de 50 autores.

O livro é editado pela Fundação Cupertino de Miranda e pela Tinta-da-China e chega hoje, sessa-feira às livrarias.  A lista de escritores que formam o cânone integra nomes como Fernando Pessoa e Luís de Camões, que abrem e fecham o livro, mas também Agustina Bessa-Luís, Alexandre Herculano, Almada Negreiros, Almeida Garrett, Antero de Quental, Aquilino Ribeiro, Bocage, Camilo Castelo Branco, Eça de Queirós, Florbela Espanca, Miguel Torga, José Saramago, entre muitos outros.

Quanto à exposição “Torre Literária” pode ser visitada de segunda a sexta-feira, das 10h00 às 12h30 e das 14h00 às 18h00, e aos sábados e feriados, das 14h00 às 18h00. Encerra aos domingos.

Cultura

Biblioteca Municipal cria serviço de leitura de jornais em formato digital

Publicado

em

por

A Biblioteca Municipal Camilo Castelo Branco, de Famalicão, criou um posto público para consulta e leitura dos jornais em formato digital. A iniciativa surge depois de ter sido interdita a consulta pública dos jornais em formato papel devido à pandemia da Covid 19.

“Um dos serviços mais recorrentes no acesso à informação é, precisamente, a consulta das publicações periódicas que são diariamente disponibilizadas, de forma gratuita, aos leitores das bibliotecas” refere a diretora da biblioteca, Carla Araújo, acrescentando que “assim, e a pensar nos leitores que habitualmente consultavam e liam os jornais na Biblioteca Municipal, foi criado um posto público para consulta e leitura dos jornais em formato digital”.

 Atualmente, as publicações disponíveis para leitura gratuita em formato digital, a partir de um computador da Biblioteca Municipal, são: o jornal Público; o semanário Expresso, o jornal diário regional Correio do Minho e quatro jornais semanais locais: Opinião Pública, Cidade Hoje, O Povo Famalicense e Viver a nossa Terra.

 Para poder aceder às edições digitais, os leitores devem dirigir-se ao balcão de atendimento da Biblioteca Municipal e solicitar pelo apoio do técnico que o encaminhará ao referido posto de consulta e lhe facultará o acesso às publicações.

Continuar a Ler

Cultura

Festival Internacional do Orgão tem concertos em Famalicão este fim de semana

Publicado

em

por

O Festival Internacional de Órgão (FIO), que decorre nos concelhos de Famalicão e Santo Tirso, terá concertos em Requião e Joane, este fim de semana.

O organista austríaco Michael Schöch fará um recital ao órgão da Igreja de Joane, este sábado. O espaço está limitado a um total de 150 pessoas e decorrerá pelas 21 horas.

Para finalizar, este domingo, o duo português composto pela violagambista Sofia Diniz e o organista Fernando Miguel Jalôto, interpretarão repertório original na Igreja de Requião, pelas 17 horas. No espaço são permitidas 60 pessoas.

Recorde-se que o FIO tem como objetivo, a cada nova edição, visitar as igrejas que possuem órgãos autênticos, mas também paróquias desprovidas de órgãos às quais é temporariamente levado um órgão de pequenas dimensões, oferecendo, assim, à comunidade a oportunidade de desfrutar daquele instrumento.

Continuar a Ler

Cultura

Festival de Artes Binnar está de regresso a Famalicão

Publicado

em

por

A Plataforma Artística Binnar, da associação cultural Estrelas e Pelicanos, vai apresentar em Famalicão, ente 5 e 27 de novembro, a quinta edição do festival Binnar

O evento, que conta com o apoio da autarquia famalicense, contempla as mais variadas vertentes artísticas, como a música, a performance, a fotografia, o vídeo e as artes plásticas. Entre os participantes ativos nos eventos e atividades, estarão artistas emergentes e consagrados, assim como estudantes e formadores.

Tal como explica a organização em nota enviada à imprensa, “o Binnar foi desenhado a cada dia como sendo algo parecido a um encontro. Um encontro das artes, das pessoas, dos coletivos, das escolas. Um encontro da cidade e do concelho, do território famalicense consigo mesmo, com os seus espaços, os seus dinamizadores e o seu público”.

PROGRAMA

ZALESKA, CONCERTO DE CATERINA PALAZZI COM VISUAIS DE F.SCACCHIOLI

QUINTA 05 – 21H45 | CASA DAS ARTES

ENTRADA LIVRE/PARCERIA COM CINECLUBE DE JOANE

Líder da banda Sudoku Killer, a contrabaixista italiana Caterina Palazzi mostra-nos ZALESKA, um projecto mais escuro, íntimo e hipnótico, no qual as linhas melódicas são mescladas com partes dissonantes e distorcidas, criando uma espécie de orquestra fúnebre solitária. Cada composição inspira-se num actor que personificou Drácula no cinema.  Na mesma noite, sessão com “Family Romance, LLC”, de Werner Herzog.

CRIATURA AZUL, CONCERTO SÁBADO 21 – 22H | FUNDAÇÃO CASTRO ALVES

ENTRADA LIVRE

Nascido na era da música eletrónica, o projeto Criatura Azul refugia-se nos sons díspares, distintos e psicadélicos. As suas armas são as melodias sombrias e melancólicas com detalhes de felicidade e perfeição. A sua missão é a partilha de paz interior e bem-estar nas viagens em que conduz os ouvintes até um destino que é sempre incerto.

FREE/DOOM, COLECTIVA DE FOTOGRAFIA E VÍDEO

DE 10 A 27 | GALERIA CASA-MUSEU SOLEDADE MALVAR

ENTRADA LIVRE

Artistas: Joana Moher, David Nero, Fátima Abreu Ferreira, Johannes Gerard e Frederico Dinis. O desafio foi o das palavras partidas e reajustadas, coladas como motor de inspiração. Reflexões sobre o mundo, entre o que nos liberta e o que nos condena, é uma espécie de mote premonitório do que nos atravessa as vidas. E falamos não só de vidas no coletivo, mas também sob a perspetiva pessoal no embate com o mundo que se nos apresenta.

CYCLE, MOSTRA DE ARTE EXPERIMENTAL

DE 23 A 27 | ONLINE

ACESSÍVEL ATRAVÉS DO SITE WWW.BINNAR.ORG Mostra de trabalhos de alunos da Oficina, na sua parceria de 3 anos com o festival BINNAR. No contexto dos workshops e laboratórios experimentais de fotografia e videoarte, orientados por técnicos e artistas presentes no festival, é produzido material experimental fotográfico e de vídeo. Nesta parceria, a Oficina e o Binnar realizaram já três mostras em parceria em diferentes cidades.

Continuar a Ler

Mais vistos