Siga o OP nas redes

Desporto

Pró Nacional: GD Joane focado em ficar em primeiro lugar

Publicado

em

O GD Joane está preparado, e já o provou no passado sábado, para as últimas partidas dos Campeonatos Distritais Pró Nacional da Associação de Futebol de Braga (AFB).

O novo figurino não aflige o treinador do GD Joane, que assume, desde logo, em entrevista ao OPINIÃO PÚBLICA, a ambição de querer ficar em primeiro lugar e subir para o Campeonato de Portugal.

Sobre o novo figurino de terminar o campeonato no final da primeira volta, imposto por causa da pandemia de Covid 19, Nelson Silva considera que a “AFB tentou fazer o melhor e é o possível. Quando chegar ao fim vai haver sempre alguma equipa prejudicada”, refere o treinador que, sublinha, que todos partem em igualdade de circunstância.

A formação joanense, que se encontra no topo da tabela, a quatro jogos do final do campeonato, está “super motivada” e preparada para todas as partidas, sendo que os jogadores querem é, depois da paragem forçada, voltar aos relvados. “Os jogadores querem é jogar, é malta jovem que gosta de jogar e estar junta. Acho que este ano temos um excelente grupo. É uma família”.

Ainda na primeira fase, antes da paragem do campeonato, Nelson Silva não esconde que o seu objetivo foi sempre ficar nos primeiros quatro lugares. Depois da reviravolta por causa do confinamento esse objetivo alterou-se e o treinador quer ficar no primeiro lugar. “Estamos em primeiro e queremos lá continuar. Todos, no GD Joane, temos feito muitos esforços para que isso aconteça”. “Todos temos abdicado de alguma coisa para treinar e os jogadores têm sido inexcedíveis nesse aspeto”, refere Nelson Silva.

Com a consciência que a tarefa não é fácil, o treinador está focado em fazer um bom trabalho todas as semanas. “Vamos conseguir e ficaremos à frente”, refere.

Outra das alterações que a pandemia trouxe é a possibilidade de cada equipa inscrever mais três jogadores. O GD Joane foi ao mercado buscar Tiago, com 20 anos, ex-Vilarinho “que vem acrescentar mais valia”. “Se me perguntar se neste momento para atacar a subida se era este o jogador que íamos buscar, se calhar não. Ele tem muito valor, mas se calhar em vez de irmos buscar um miúdo, íamos buscar uma certeza”, explica o treinador que tem a noção que, por esta altura, o mercado futebolístico não tem muitas opções. Por outro lado, o seu clube não tem recursos para ir mais longe.

Quanto aos adversários, a formação da vila de Joane espera equipas fortes e motivadas, sendo que muitas não têm nada a ganhar, nem a perder. “Na verdade, isso faz com que joguem mais desinibidos, maior tranquilidade e sem a pressão dos pontos. Vão criar dificuldades em todos os campos”, frisa Nélson Silva que espera, desta forma, jogos muito equilibrados.

“A diferença de valores não é assim tão grande. Depois o foco e o compromisso poderão fazer a diferença”, recorda o treinador que vê em cada partida pontos muito caros e difíceis. Mesmo assim, com o foco em cada jogo, o treinador não esconde o objetivo de os vencer todos.

Quanto à falta de adeptos Nélson Silva considera que é um dos aspetos que traz mais mossa à equipa de Joane e recorda que a massa associativa da vila “está em todo o lado”. “Traz-nos motivação. Há pequenos gestos deles que fazem toda a diferença. Joane é uma vila de futebol”.

Orgulhoso do percurso feito até agora, o treinador, que antes teve um longo currículo como jogador de futebol, está feliz na casa joanense e promete aos adeptos dedicação, ambição, concentração e um foco muito grande em ganhar os três pontos de jogo a jogo. “Sempre será esse o meu foco e objetivo”, refere.

PARTILHE ESTE ARTIGO:

FAMA TV

FAMA RÁDIO

ARTIGOS RECENTES

ARQUIVO

OP NAS REDES