Siga o OP nas redes

Economia

Óculos de proteção criados pela famalicense Injex já podem ser exportados

Publicado

em

Os óculos de proteção individual, que permitem usar em simultâneo óculos de leitura, criados pela empresa famalicense Injex durante a pandemia receberam, a semana passada, o certificado europeu.

Segundo o jornal ECO a empresa está pronta para começar a exportar este produto, de fabrico 100% português, nascido em Famalicão e impulsionado pela necessidade de proteger da pandemia da Covid-19 muitos profissionais de diversos setores de atividade. As previsões apontam para a venda de 50 mil unidades em 2021.

Este óculos de proteção, patenteados com a marca “Looksafety” – que significa “olha com segurança” – são anti-risco, transparentes, não deformam a visão, têm hastes extensíveis e são personalizáveis. A sua comercialização e distribuição estará a cargo da 4Valve, empresa da Maia parceira da Injex desde o início do projeto.

Refira-se que a Injex é uma empresa especializada na produção de componentes técnicos em plástico, pelo processo de injeção, para todo o tipo de máquinas.

Neste último ano, a  empresa aproveitou a pandemia para criar um produto cada vez mais necessário em muitas empresas e nos serviços de saúde e proteção civil e cuja produção, até agora, era quase um exclusivo asiático.

 “Foi o nosso contributo para minimizar os efeitos nefastos e ainda imprevisíveis da pandemia junto dos hospitais, bombeiros, laboratórios, recursos humanos de lares, assim como nas empresas cujos trabalhadores precisam de uma boa proteção ocular”, explicou Pinheiro de Lacerda, aquando do lançamento do produto, no passado mês de fevereiro.

PARTILHE ESTE ARTIGO:

FAMA TV

FAMA RÁDIO

ARTIGOS RECENTES

ARQUIVO

OP NAS REDES