Siga o OP nas redes

Economia

150 comerciantes famalicenses já aderiram à plataforma Comércio da Vila

Publicado

em

A Câmara de Famalicão e a ACIF apresentaram, esta segunda-feira, a loja virtual Comércio da Vila. A aplicação está disponível nos sistemas operativos Android e IOS a partir da Play Store e App Store, respetivamente, e conta já com a adesão de 150 comerciantes famalicenses.

Com um investimento de 160 mil euros, este Marketplace pretende ser muito mais do que um local virtual de compra e venda de produtos e ao longo das próximas semanas será enriquecido com várias funcionalidades, incluindo, por exemplo, as piscinas municipais ou a Casa das Artes.

Além disso, Marketplace Comércio da Vila disponibiliza aos comerciantes e empresários de Famalicão uma montra digital onde todos os clientes podem aceder aos produtos e descontos, à sua localização, aos horários e contactos, realizar encomendas, escolher um prestador de serviços para as entregas e realizar os respetivos pagamentos.

Lançado foi também um cartão de pagamento que oferece descontos aos consumidores e, para os comerciantes, tem um custo inferior ao do tradicional cartão multibanco.

Potenciar o comércio local é o grande objetivo do projeto, que ganhou novo impulso com a pandemia. “Todos sabemos que o comércio de proximidade está a atravessar uma fase muito difícil e com esta plataforma os nossos comerciantes têm ao seu dispor uma ferramenta que facilita a relação entre quem compra e quem vende”, referiu o presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha.

O autarca salientou ainda a importância de comprar e consumir no comércio local, sustentado que, dessa forma, “a rentabilidade e os dividendos ficam em Famalicão, desenvolve-se o concelho e cria-se emprego”.

Fernando Xavier Ferreira, presidente da Associação Comercial e Industrial de Famalicão (ACIF) não tem dúvidas de que o Comércio da Vila vai vingar. “É uma ferramenta interativa, prática, que agrega um conjunto de valências, um projeto de futuro que abre uma janela de oportunidade global para o comércio tradicional”, afirmou.

PARTILHE ESTE ARTIGO:

FAMA TV

FAMA RÁDIO

ARTIGOS RECENTES

ARQUIVO

OP NAS REDES