Siga-nos nas redes

Famalicão

Já arrancou a construção da nova escola da Artave em Famalicão

Publicado

em

Já arrancaram as obras de reabilitação e reconversão da antiga fábrica da Cegonheira num novo complexo escolar para Escola Profissional Artística do Vale do Ave (Artave).

“Na sequência da emissão do Alvará de Construção e da assinatura do Auto de Consignação, no passado dia 7 de fevereiro, a empreitada pode arrancar”, anunciou em comunicado a Construções Gabriel Couto, empresa quem foi adjudicada a obra.

Das ruínas da antiga Cegonheira, histórica empresa metalúrgica instalada na cidade de Famalicão, nasce agora este novo complexo escolar, que vai sedimentar o trabalho artístico que a Artave tem desenvolvido há mais de 30 anos no concelho.

Recorde-se que a primeira pedra deste novo equipamento educativo e cultural foi lançada a 8 de julho de 2021, altura em que se formalizou também a assinatura do Contrato da Empreitada com a empresa construtora. “Após ultrapassadas todas as normais burocracias administrativas, e com a emissão da correspondente Licença de Construção, a empreitada finalmente já arrancou”, refere a Gabirel Couto.

Para José Alexandre Reis, diretor da Artave “este é um momento de viragem para alcançar um novo patamar”, salientando que “a nova escola terá condições para uma intervenção maior da Artave na cultura em Famalicão, posicionando-se também como um centro de eventos de nível mundial, quer no domínio cultural quer no domínio educativo.”

Já para Daniel Costa, diretor comercial da Gabriel Couto, este é mais um grande desafio a ser executado num prazo muito exigente, e “a adjudicação da construção deste futuro complexo escolar à nossa empresa, é um grande motivo de orgulho, tratando-se de um projeto emblemático e simbólico, não só para a instituição Artave, mas também para o próprio concelho e região”.

Maqueta do novo edifício

O projeto de arquitetura tem a assinatura do atelier “Aurora Arquitectos”. Na sua conceção procurou-se manter a memória histórica do que foi este local e as suas origens, pretendendo-se simultaneamente, dotar os novos edifícios com instalações adequadas para a prática e o desenvolvimento das artes e da música. As ruas interiores existentes, enquanto eixos principais de circulação na escola, ou os espaços de repouso e de lazer dos operários da antiga fábrica, assumirão agora funções semelhantes para os estudantes desta instituição.

O novo edifício terá mais de 60 de salas de aula, de diferentes tipologias, biblioteca e zonas administrativas, salas de ensaio e auditórios. O edificado desenvolve-se numa zona de grande centralidade, integrando o núcleo escolar da cidade, estando inserido na Área de Reabilitação Urbana de Famalicão.

Com quatro pisos acima do solo e um subterrâneo, o novo complexo escolar terá uma área bruta de construção de aproximadamente 9.500 m2. Está prevista a construção um grande auditório com uma capacidade de 450 lugares, um segundo com lotação para 200 pessoas e quatro salas de ensaio que poderão ser transformadas em auditórios de 120 lugares.

O valor total deste investimento ronda os 6,5 milhões de euros, tendo a Câmara Municipal de Famalicão aprovado apoio financeiro à Artave e cedido o direito de superfície do prédio urbano por um prazo de 50 anos e que constitui uma parcela do terreno destinado à obra que albergará a zona expositiva, um pequeno auditório e a incubadora das indústrias culturais e criativas.

PARTILHE ESTE ARTIGO:

FAMA TV

FAMA RÁDIO

ARTIGOS RECENTES

ARQUIVO

OP NAS REDES