Siga-nos nas redes

Famalicão

PAN visita Centro de Recolha Oficial de Animais e aponta falhas “incompreensíveis”

Publicado

em

O PAN de Famalicão visitou esta semana o Centro de Recolha Oficial de Animais (CROA), localizado em Esmeriz, e concluiu que

se trata de “um projeto com pouca ambição e visão no que concerne ao bem estar animal”.

Numa visita guiada às instalações, “foi possível aferir da dinâmica diária do funcionamento do CROA e as necessidades que ainda persistem em matéria de respostas de prevenção com vista a atenuar a pressão diária a que estes profissionais estão sujeitos refere Sandra Pimenta, porta-voz da Comissão Política Concelhia, em comunicado à imprensa. 

As instalações, orçadas em mais de meio milhão de euros, foram inauguradas em setembro do ano passado, mas, segundo Sandra Pimenta, deixam muito a desejar. “Quando visitamos instalações criadas de raiz e estas não garantem que todos os animais tenham acesso ao exterior, é, no nosso entender, desde logo uma falha grave. Os animais de companhia são seres sociais, aliás como quase todos, e verificar que não existiu o mínimo de sensibilidade para esse facto na elaboração de um projeto, comprometendo a própria perceção que o animal tenha do meio envolvente, é de lamentar”, afirma.

O partido salienta outras falhas “incompreensíveis”, nomeadamente, “os acabamentos da própria estrutura, a inexistência de painéis fotovoltaicos para garantir independência energética e o facto de passados seis meses da inauguração, o espaço exterior ainda não ter condições para que os animais possam circular livremente”.

Relativamente aos programas CED (Capturar-Esterilizar-Devolver), o partido lembra que, desde a publicação da Lei 27/2016, de 23 de agosto, “a autarquia deveria ter diligenciado para proceder às adaptações necessárias e implementar estes programas para gatos em todo o concelho, algo que só recentemente iniciou e muito timidamente”.  

PARTILHE ESTE ARTIGO:

FAMA TV

FAMA RÁDIO

ARTIGOS RECENTES

ARQUIVO

OP NAS REDES