Siga o OP nas redes

Famalicão

Ciclovia não está pronta mas muitos famalicenses já a utilizam

Publicado

em

São já muitas as pessoas que utilizam a nova ciclovia para caminhar ou andar de bicicleta, embora a infraestrutura ainda não esteja concluída e, como tal, ofereça alguns perigos.

Apesar de nas entradas desta via pedonal e ciclável, que está a ser construída na antiga linha férrea Famalicão-Póvoa de Varzim, existirem avisos a proibir a entrada a todas as pessoas e veículos, a verdade é que, sobretudo ao fim de semana, chegam a ser às dezenas aqueles que aproveitam para fazer algum exercício ou passeio naquele local.

Fonte da Câmara Municipal disse ao OPINIÃO PÚBLICA que a via ciclo-pedonal “embora pareça estar pronta, na verdade não está” e quem lá circula “não está protegido, caso aconteça alguma coisa”. Isso mesmo é referido nas placas colocadas nas entradas a proibir a circulação, onde se lê: “não nos responsabilizamos por qualquer dano ou acidente causado pelo incumprimento desta informação”.

Em algumas situações as entradas estão barradas por vedação, que é retirada pelos próprios utilizadores, que esquecem que a ciclovia ainda está em fase de obra e, ao que o OP apurou junto da autarquia, ainda não tem data de conclusão e de abertura.

Obra era para estar concluída no verão passado

A obra, cuja a data de conclusão tinha sido aprazada para o último verão, sofreu um grande atraso. Além disso, as travessias sobre as estradas nacionais com as quais a ciclovia se cruza ainda não estão concluídas, estando a Câmara Municipal à espera da autorização da Infraestruturas de Portugal (IP) para a colocação de semáforos.

A autarquia reconhece a demora na conclusão dos trabalhos, mas refere que quase todas as obras estão a sofrer atrasos, não só em Famalicão como em todo o país, devido à pandemia. “Uma das dificuldades com que os empreiteiros se têm de parado é falta a mão-de-obra, porque acabam por ter pessoal infetado ou em isolamento profilático”, explicou ao OP fonte da Câmara Municipal.

Recorde-se que a construção da via ciclo-pedonal foi adjudicada à empresa DACOP por perto de 2 milhões de euros, sendo que 1,7 milhões são cofinanciados pelo FEDER. Aproveitando a antiga linha férrea, que foi concessionada pela IP ao Município famalicense, a intervenção tem como principal objetivo requalificar o percurso com 11 quilómetros, que atravessa as freguesias de Famalicão, Brufe, Louro, Outiz, Cavalões e Gondifelos, de forma a potenciar a sua utilização pedonal e ciclável.

As obras envolvem um conjunto de trabalhos, como pavimentação em betuminoso, criação de rede de águas pluviais e colocação de sinalização e iluminação publica em todo o itinerário para que possa ser utilizada de dia ou de noite. O piso tem ainda uma pintura que distingue a zona de peões e das bicicletas, sendo que a via tem uma largura de 3,30 metros com 90 cm para circulação dos peões.

A via ciclo-pedonal cruza com outras vias, nomeadamente estradas nacionais e municipais, pelo que serão adotadas algumas medidas de segurança.  

À intervenção realizada em Famalicão junta-se a empreitada de natureza semelhante realizada no território da Póvoa de Varzim, o que perfaz uma via ciclo-pedonal com cerca de 30 quilómetros de extensão.

PARTILHE ESTE ARTIGO:

FAMA TV

FAMA RÁDIO

ARTIGOS RECENTES

ARQUIVO

OP NAS REDES

anuncie neste espaço > ligue +351252308147