Siga-nos nas redes

Famalicão

Oliveira S. Mateus: mulher acusada de matar empresário condenada a 21 anos de prisão

Publicado

em

O Tribunal de Guimarães condenou, esta quinta-feira, a 21 anos e dez meses de prisão a mulher acusada de matar, à facada, um empresário têxtil, em julho de 2020, na freguesia de Oliveira S. Mateus.

Na leitura do acórdão, a presidente do coletivo de juízes deu como provado que Cristina Oliveira, de 48 anos, entrou na residência da vítima, de 49 anos, para se apoderar do dinheiro que esta pudesse ter em casa, “executando o desígnio de eliminar qualquer resistência” que pudesse encontrar.

Quando a arguida entrou na habitação, na noite de 22 para 23 de junho de 2020, o empresário, que estava a dormir, acordou com a mulher a desferir-lhe oito golpes de arma branca no corpo. A milher acabou por levar consigo oito mil euros que estavam guardados num cofre para, segundo a própria confesso em julgamento, resolver dívidas financeiras.

Para o coletivo de juízes, esta atuação foi o culminar de um “plano estudado e delineado” pela arguida, acrescentando que “foi selvagem, selvática e desproporcionada”.

Em julgamento, a mulher confessou o crime, mas disse que a sua intenção era apenas fazer desmaiar e amarrar a vítima para a roubar.

A mulher assumiu ter dívidas de cerca de 48 mil euros, resultantes de uma pequena confeção que explorara, e que estava a ser “pressionada” por um credor para pagar. Disse ainda que devido à covid-19, tinha ficado desempregada uns meses antes, estava em processo de divórcio e tinha problemas de consumo excessivo de álcool.

PARTILHE ESTE ARTIGO:

FAMA TV

FAMA RÁDIO

ARTIGOS RECENTES

ARQUIVO

OP NAS REDES