Siga-nos nas redes

Famalicão

AML aprova contas de 2021, ano marcado pela pandemia

Publicado

em

A Assembleia-geral da Associação de Moradores das Lameiras (AML) aprovou, esta semana, o relatório de atividades e as contas de 2021, no valor de 1 milhão e775 mil euros.

Jorge Faria, presidente da direção da AML, salientou, que “este já foi o segundo ano em que ‚convivemos‘ com a pandemia e, como tal, a preparação e execução do programa de ação de 2021 já foi pensada de outra forma, no entanto, no meio do caminho houve sempre lugar a alterações dados os constrangimentos que iam surgindo”. Referiu, no entanto, que “ o facto de a AML ter enfrentando de forma única esta situação veio demonstrar a capacidade de resposta do ser humano, em especial, e no caso da AML, dos colaboradores, da direção, dos associados, dos utentes e respetivos familiares, dos moradores do Edifício das Lameiras e dos parceiros na instituição”.

Na apresentação do relatório, Jorge Faria destacou “que apesar da candidatura ao PARES para a criação de apartamentos T0 no edifício das Lameiras não ter sido aprovada, a AML irá avançar em 2022 para a construção dos mesmos „com o possível apoio da Câmarade Famalicão, assim como será realizada a requalificação física do setor de idosos, obra que já se encontra em andamento”.

Jorge Faria, fez questão de relembrar que “em 2021 deu-se início a um processo de melhoramento do Edifício das Lameiras” tendo já “se iniciado uma intervenção profunda no sistema de abastecimento de água do edifício e tendo-se dado os primeiros passos na substituição da rede de saneamento”. Ainda em 2021, referiu o dirigente, “iniciou-se a reparação e substituição de todas as estruturas de ferro das áreas comuns (gradeamentos, portas, acessos escadas), Em 2022 “o dirigente espera que „se inicie a tão desejada substituição do telhado”. Nesta assembleia geral foi, também, apresentada uma proposta de revisão parcial dos estatutos da AML , que foi aprovada pelos associados

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Continuar a ler

FAMA TV

FAMA RÁDIO

ARTIGOS RECENTES

ARQUIVO

OP NAS REDES