Siga-nos nas redes

Famalicão

Câmara paga mais pelas refeições escolares. Aumento pode chegar aos 65%

Publicado

em

O preço médio das refeições escolares em Famalicão deverá aumentar 65% no próximo ano letivo.

Esta quinta-feira, em reunião de Câmara, foi aprovada a abertura de um segundo concurso público para o fornecimento das refeições, porque o primeiro ficou deserto, ou seja, sem concorrentes, apesar de a autarquia ter aumentado o valor que estava disposta a pagar.

Agora, e numa altura em que vai assumir este serviço em todas as escolas do concelho, do pré-escolar ao ensino secundário, a Câmara Municipal teve que inflacionar ainda mais o preço base do concurso, que é superior a 7 milhões de euros.

“Este aumento de preço acontece por força dos constrangimentos dos dias de hoje, com uma inflação que atinge os 7% mas que acaba por seu muito maior em alguns bem alimentares e na mão-de-obra”, justifica o presidente da autarquia famalicense, Mário Passos.  

Uma realidade que se reflete no fornecimento das refeições escolares e que não deixou outra alternativa ao Município que não fosse “subir os valores base do concurso, com um aumento médio por refeição de cerca de 65%”, o que equivale, no total, a mais de 7 milhões de euros a despender nos anos letivos 20222/2023 e 2023/2024.

Mário Passos fala num encargo “muito significativo” para o Município e apela à ajuda da tutela. Nesse sentido, diz que Famalicão e outros município que integram o projeto-piloto de descentralização na área da Educação já pediram “uma reunião, com carácter de urgência, ao ministro da Educação, por forma a que se discuta, não só a questão das refeições, mas de muitos outros aspetos relacionados com o processo de transferência de competências”. “As câmaras municipais não podem, por elas próprias, acudir a todos estes défices”, remata.

Impacto também nas famílias

O edil reconhece ainda que este aumento do preço das refeições escolares terá também impacto junto das famílias, mas garante que a autarquia está a estudar formas de o minimizar. “Primeiro, vamos ver o que vai resultar deste concurso, com o novo preçário, e depois vamos analisar como poderemos ajudar as famílias a atenuar esse custo.

Atualmente, as famílias pagam 1,46 euros por cada refeição nas escolas do 5º ao 12º ano.

PARTILHE ESTE ARTIGO:

FAMA TV

FAMA RÁDIO

ARTIGOS RECENTES

ARQUIVO

OP NAS REDES