Siga-nos nas redes

Famalicão

Encontro de Patologia Digestiva do CHMA reuniu diversos especialistas

Publicado

em

Decorreu na passada sexta-feira, na Casa das Artes de Vila Nova de Famalicão, o “II Encontro de Patologia Digestiva no CHMA”.

A jornada foi organizada pelos serviços de Oncologia, Serviço de Cirurgia e Unidade de Gastroenterologia do Centro Hospitalar Médio Ave (CHMA). Foi abordada a patologia esófago-gástrica – o Estado da Arte: presente e futuro.

Na sessão de abertura estiveram presentes diversas individualidades, nomeadamente a vereadora do pelouro da Saúde na Câmara Municipal de Famalicão, Sofia Fernandes, o presidente do Conselho de Administração do CHMA, António Barbosa, a diretora do Serviço de Oncologia, Marta Novais da Silva, Francisco Sampaio, diretor do Serviço de Cirurgia e Germano Vilas Boas, coordenador da Unidade de Gastroenterologia.

Ao longo do dia decorreram várias sessões e participaram vários oradores e moderadores com relevância na área da patologia esófago-gástrica “e onde sobressaiu a importância da abordagem multidisciplinar no tratamento desta patologia”, sublinha o CHMA em nota à imprensa.

Foram abordados desde a abordagem das lesões pré-malignas e a importância do diagnóstico precoce, o tratamento da doença em fase inicial e na doença avançada. Foi também ressalvada a necessidade de promoção de hábitos de vida saudáveis e a evicção de exposição aos fatores de risco modificáveis, bem como a necessidade de se preconizar a organização de um rastreio de cancro gástrico, sobretudo na região norte de Portugal, onde esta patologia é mais incidente.

O Encontro serviu ainda para apresentar o projeto “POR Cirurgia – otimização peri-operatória”, já em vigor no Serviço de Cirurgia do CHMA. Trata-se de um projeto de intervenção multidisciplinar, que tem como objetivo conseguir uma melhor e mais rápida recuperação após a cirurgia, adotando um protocolo no pré, no intra e no pós-operatório para esse efeito.

Foi ainda destacada a importância da abordagem multidisciplinar e holística na prestação dos cuidados a estes doentes e a mais-valia de uma boa articulação e intercolaboração entre os cuidados hospitalares e os cuidados primários de saúde.

PARTILHE ESTE ARTIGO:

Subscrever grátis

rádio e televisão em direto

ARTIGOS RECENTES

ARQUIVO DE NOTÍCIAS

Mais vistos