Siga-nos nas redes

Famalicão

Encontros de Outono arrancam esta sexta-feira para debater “Norma e desvio na Ditadura” 

Publicado

em

“Norma e desvio na Ditadura (1926-1974)” é o tema da edição deste ano dos Encontros de Outono, colóquio organizado pelo Museu Bernardino Machado, que decorre no auditório da Fundação Cupertino de Miranda, esta sexta e sábado, dias 18 e 19 de novembro.

A iniciativa traz até Famalicão um grupo de oradores de prestígio para uma reflexão/debate sobre a forma como determinadas questões sociais eram abordadas no período da Ditadura em Portugal (1926-1974).

 “Os doentes mentais no período da Ditadura”, “Homossexualidade e resistência na Ditadura”, “A prostituição durante a Ditadura”; “A especificidade da censura na (des)informação televisiva em Portugal ao tempo de Salazar e Caetano”; “Quem eram os criminosos? Aportes vindos da medicina e da antropologia física em Portugal (1890-1960)”; “A população cigana transmontana no Estado Novo: retrato de uma realidade oculta”; “A mulher na oposição ao Estado Novo”; “Os Maçons na Oposição à Ditadura (1926-1974)” e “O Crime político no Estado Novo” serão os temas em debate.

Alexandra Oliveira, da Universidade do Porto, Patrícia Ferraz de Matos, da Universidade de Lisboa, Rui Cádima, do Instituto de Comunicação da Universidade Nova de Lisboa, e Luís Bigotte Chorão, da Universidade de Coimbra, são alguns dos oradores convidados.

“As sociedades convivem mal com o desvio, simplesmente porque a normalidade é fundamental para a sua sobrevivência, manutenção e continuidade. O desvio entra em rota de colisão com essa normalidade, mas sem o desvio não há mudança, não há evolução e uma sociedade que o aniquila, corre o risco de enquistar, esterilizar e fenecer. Norma e desvio são, pois, reciprocamente indissociáveis do ponto de vista social e a História pode ser um excelente campo para a reflexão”, refere, a propósito, o coordenador científico do Museu Bernardino Machado, Norberto Cunha.  

PARTILHE ESTE ARTIGO:

FAMA TV

FAMA RÁDIO

ARTIGOS RECENTES

ARQUIVO

OP NAS REDES