Siga o OP nas redes

Opinião

À volta de eleições

Publicado

em

Por António Cândido Oliveira

ELEIÇÕES LOCAIS – Gosto de ver e apreciar os resultados eleitorais nos jornais locais impressos. Estou a escrever este texto na segunda-feira e espero que os jornais desta semana publiquem os resultados finais globais do concelho e de freguesia a freguesia. E melhor ainda, façam a comparação com os resultados de 2017.

PÁGINA OFICIAL DO MUNICÍPIO – É minha opinião que os resultados eleitorais deveriam constar da página oficial do município e que isso deveria acontecer em todos os municípios do país. Será que as eleições locais não são um facto relevante na vida de um município? E a informação, apenas informação dos resultados eleitorais incomoda alguém? Na página oficial dos municípios deveriam constar não só os resultados mais recentes, mas, em arquivo, todos os outros. Muito há a dizer sobre essas páginas.

VITÓRIA DO PSD/CDS – A vitória por larga maioria da lista liderada para a câmara por Mário Passos não surpreendeu. A tarefa do PS era muito difícil e não foi visível, pelo menos para mim, trabalho suficiente para contrariar essa vitória anunciada. Pode agora o PS, que melhorou os seus resultados, preparar a prazo uma alternativa credível para os eleitores famalicenses. E o mesmo se diga de outros partidos. O que não podem fazer é desaparecer por quatro anos.

HABITAÇÃO – Muito se falou de habitação. Importa saber dados. Importa conhecer quantas casas ou apartamentos a preços acessíveis são precisos no nosso concelho e onde. Sem dados não se pode fazer bom trabalho. A ideia que me fica é que prédios já temos e muitos. O que faz falta é estarem disponíveis a rendas acessíveis. Também aqui é preciso informação. Quanto custa, em média, arrendar uma habitação no nosso concelho?

TRANSPORTE – Falou-se muito também de transporte público na campanha eleitoral. Talvez não se tenha falado o suficiente na necessidade de ligar Famalicão ao Porto através da ferrovia em 30 minutos. É fácil. Basta lutar pelo alargamento da via entre Ermesinde e Contumil. São sete quilómetros estreitos. Temos de pôr na agenda para breve essa obra falando insistentemente nessa necessidade.

ESTRADA NACIONAL N.º 14 – Também não é obra que o município possa fazer, mas o alargamento e melhoria da EN 14 em direção ao Poto é possível e foi falada na campanha eleitoral pela voz de António Costa. Cabe ao município não deixar cair essa “promessa” e insistir oportuna e inoportunamente.

VALORIZAR A FLORESTA – O “concelho ecológico” precisa urgentemente de valorizar a nossa floresta. Estaremos atentos ao plano para o efeito, se plano houver. Cuidaremos de indagar.

PARTILHE ESTE ARTIGO:

FAMA TV

FAMA RÁDIO

ARTIGOS RECENTES

ARQUIVO

OP NAS REDES