Siga o OP nas redes

Famalicão

Líder demissionária do PSD Ribeirão sobre escolha de Leonel Rocha: “não foi um processo transparente”

Publicado

em

O OPINIÃO PÚBLICA falou com a presidente demissionária do núcleo do PSD de Ribeirão. Paula Cristina Santos demitiu-se por entender que o núcleo local social democrata “não foi tido nem achado”, na escolha do vereador Leonel Rocha para candidato à Junta de Freguesia de Ribeirão nas eleições autárquicas deste ano.

Paula Cristina Santos relata que, em outubro passado, questionou o presidente da Concelhia sobre o processo de escolha do candidato à Junta e que ela própria manifestou a Paulo Cunha a disponibilidade para ser candidata.

“Nessa, altura, o presidente da Concelhia disse que ainda não era o timing certo, que o assunto seria debatido em janeiro ou fevereiro e deu-me a garantia de que o núcleo iria ter uma participação ativa nessa escolha”, conta.

Só que, segundo a dirigente demissionária, cerca de três semanas depois, Paulo Cunha convoca-a para uma reunião a anuncia que “a pessoa que apresentava melhores condições para ser candidato era Leonel Rocha”.

“O debate, a escolha não partiu do núcleo, mas de cima. O núcleo só foi chamado, numa reunião que se realizou posteriormente, para tomar conhecimento”, relata ainda Paula Cristina Santos, que em meados de janeiro decidiu bater com a porta e pedir a demissão. “Tudo isto foi feito de forma não transparente e de forma incorreta para mim, para o Núcleo e para as pessoas de Ribeirão”, conclui.

Questionada pelo OP se pretende avançar com uma candidatura independente à Junta de Ribeirão, Paula Cristina Santos apenas responde que “o futuro a Deus pertence”. Sublinha, porém, que continua a ser militante do PSD e a acreditar nos ideais e nos princípios do partido.

O OP tentou também obter uma reação junto do presidente da Concelhia de Famalicão do PSD, até ao momento sem sucesso.

PARTILHE ESTE ARTIGO:

FAMA TV

FAMA RÁDIO

ARTIGOS RECENTES

ARQUIVO

OP NAS REDES

anuncie neste espaço > ligue +351252308147