Siga o OP nas redes

Famalicão

Terrenos das novas hortas urbanas vão custar à Câmara 10.200 euros por ano

Publicado

em

A Câmara de Famalicão vai pagar uma renda anual de 10.200 euros pelos dois terrenos onde vão ficar instaladas as novas hortas urbanas, que vão deixar a área que ocupam no Parque da Devesa.

O novo espaço, localizado em Antas, junto ao Hospital de Dia do Grupo Trofa Saúde, consiste, na prática, em dois terrenos privados que são arrendados ao Município, pelo período de 10 anos.

Os contratos de arrendamento foram já assinados no dia 1 deste mês e vão vigorar até 31 de janeiro de 2031, sendo apresentados amanhã, quinta-feira, na reunião de Câmara para ratificação.

Contudo, no contrato do terreno de maior dimensão existe uma clausula em que, se aparecer um comprador, o proprietário pode cessar o contrato de arredamento com o Município, mediante aviso prévio de 240 dias.

De qualquer forma, o Município, caso esteja interessado, gozará sempre o direito de preferência de compra.

Recorde-se que a hortas urbanas vão deixar o Parque da Devesa porque o Citeve necessita do espaço, de que é proprietário, para aí construir as novas instalações do CeNTI –Centro de Nanotecnologia e Materiais Técnicos, Funcionais e Inteligentes.

Na altura da construção do parque o Citeve cedeu os terrenos á Câmara Municipal, mas esta decidiu agora restituí-los ao Centro Tecnológico da Indústria Têxtil dada a relevância do CeNTI para o concelho.

O diretor do Citeve já disse ao OPINIÃO PÚBLICA que quer avançar com a construção das novas instalações (que implicarão um investimento de 2, 3 milhões de euros) o mais breve possível, até porque a obra já está adjudicada. A perspetiva é que, até ao final deste mês, o processo de transferência das horas esteja concluído.

PARTILHE ESTE ARTIGO:

FAMA TV

FAMA RÁDIO

ARTIGOS RECENTES

ARQUIVO

OP NAS REDES