Siga-nos nas redes

Sociedade

Famalicão vê aprovada candidatura de 1,2 milhões para recuperação das margens dos rios

Publicado

em

A autarquia famalicense viu aprovada uma candidatura, no valor de 1,2 milhões de euros, para a recuperação e valorização hidrográfica da Bacia do Ave, nomeadamente dos Rios Ave, Pelhe, Guisande e do ribeiro de Beleco, em Ribeirão.

A intervenção abrange uma extensão total de cerca de 20 quilómetros, atravessando zonas agrícolas/florestais e aglomerados urbanos, com incidência nas freguesias de Ribeirão, Fradelos, Lousado, UF de Vila Nova de Famalicão e Calendário, UF de Esmeriz e Cabeçudos e UF de Arnoso e Sezures.

A candidatura foi apresentada em parceria com a Agência Portuguesa do Ambiente (APA), tem como prazo de execução dezembro de 2023 e é financiada pelo Portugal 2020, no âmbito do Programa Operacional Competitividade e Internacionalização (COMPETE 2020), no montante de 1.285.283,60 euros, dos quais 1.284.990,00 são provenientes do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional.

O projeto prevê a renaturalização de ribeiras em espaço urbano, sobretudo com a estabilização do seu leito; a estabilização das margens e a beneficiação de habitat para espécies ribeirinhas em domínio hídrico; a melhoria das condições de escoamento e desobstrução da rede hidrográfica; a mitigação dos efeitos das cheias; a reabilitação de infraestruturas degradadas, a contenção de espécies invasoras e o reforço dos sistemas de monitorização da qualidade da água.

“É uma boa notícia para Vila Nova de Famalicão”, refere a propósito o presidente da autarquia, Mário Passos, em nota enviada à imprensa, que aponta para o segundo semestre deste ano o arranque da intervenção. “Com este projeto vamos dar uma nova vida aos nossos rios, assegurando que tenham uma boa qualidade de água e biodiversidade, e vamos devolvê-los à comunidade posicionando-os como corredores ecológicos de excelência”, acrescenta.

PARTILHE ESTE ARTIGO:

FAMA TV

FAMA RÁDIO

ARTIGOS RECENTES

ARQUIVO

OP NAS REDES