Siga o OP nas redes

Famalicão

Semana Santa em Famalicão apela à introspeção

Publicado

em

O ano passado os fiéis foram convidados a viver a Semana Santa e a Páscoa duma forma mais introspetiva. Este ano, apesar de se pedir contenção nas celebrações familiares para evitar a propagação da pandemia de Covid 19, há algumas atividades, nomeadamente em Famalicão, que as pessoas podem aproveitar.

A Semana Santa, já se sabe, começou com a celebração do Domingo de Ramos. Ela é porta de entrada para a celebração do mistério pascal: paixão, morte e ressurreição de Jesus.

Na Semana Santa há três celebrações, às quais nenhum cristão haveria de faltar e para as quais todos estão convidados, crentes ou não crentes. É chamado o Tríduo Pascal.

Amanhã, Quinta-feira Santa, à tarde, há a Celebração da Ceia do Senhor. “Nela atualizamos a Instituição da Eucaristia e o Mandamento do Amor, através do gesto do Lava Pés. Esta celebração convida-nos a dar graças a Deus pelo dom da Eucaristia, que devemos acolher com devoção e adorar com fé”, refere a Confraria em nota enviada à imprensa.

Na Sexta-feira Santa, celebra-se a Paixão e Morte de Jesus na cruz. “É um dia de tristeza e de dor. A morte de um amigo custa sempre”. Contudo, ao mesmo tempo, este é também o momento propício para despertar a fé, reforçar a esperança e coragem, “para levarmos a nossa cruz, com humildade e confiança em Deus, na certeza do seu apoio e da sua vitória”.

Finalmente, o sábado Santo é o dia do grande silêncio. Nele a Igreja vela em oração, partilhando os sentimentos de sofrimento e de confiança em Deus. Este recolhimento conduz-nos à Vigília Pascal, onde explode a alegria da Páscoa. É então proclamada a vitória da luz sobre as trevas, da vida sobre a morte e a Igreja alegra-se no reencontro com o seu Senhor.

Além destas celebrações, a Semana Santa ou Semana Maior tinha outras grandes manifestações de Fé e de esperança: as procissões do Ecce Homo na Quinta-feira Santa e do Enterro do Senhor, na Sexta-feira Santa. Contudo, este ano não se vão realizar devido às contingências provocadas pela pandemia.

A cidade está também com os tons e as imagens da Semana Santa. Ela estará revestida dos sinais, numa dinâmica de passagem da Cruz à Luz, da Paixão à Ressurreição. “Contemplemos, de forma especial, a Via Sacra, proposta ao longo da Avenida 25 de Abril, que traduz esse mistério de salvação”.

Programa

Dia 31 – Quarta-feira Santa: Conferência online “Curados por um Deus ferido”, proferida pelo Padre Pedro Sousa, através do Facebook da paróquia, às 21h30.

Dia 1 – Quinta-feira Santa: Eucaristia da Ceia do Senhor, às 21h (Matriz Nova)

Dia 2 – Sexta-feira Santa: Oração de Laudes às 10h (Matriz Antiga) e Celebração da Paixão do Senhor às 15h (Matriz Nova)

Dia 3 – Sábado Santo: Vigília Pascal às 21h (Matriz Nova)

Dia 4 – Domingo de Páscoa: Eucaristia Pascal às 8h30, às 11h15 e às 19h15.

PARTILHE ESTE ARTIGO:

FAMA TV

FAMA RÁDIO

ARTIGOS RECENTES

ARQUIVO

OP NAS REDES

anuncie neste espaço > ligue +351252308147