Siga-nos nas redes

Famalicão

Autárquicas: PSD e CDS formalizam coligação. Paulo Cunha não diz se é candidato

Publicado

em

O atual presidente da Câmara de Famalicão continua a não revelar se se vai recandidatar nas próximas eleições autárquicas.

Esta segunda-feira, as concelhias do PSD e do CDS-PP assinaram o acordo de coligação autárquico. Apesar da insistência dos jornalistas, Paulo Cunha, que é também o presidente da concelhia do PSD Famalicão, nada adiantou sobre a recandidatura, dizendo apenas que o candidato á Câmara “ainda não está escolhido”.

Paulo Cunha diz que “o tempo da decisão vai chegar”, mas que agora está “exclusivamente focado na governação do concelho”.

A situação atual, derivada da pandemia, “assim o exige”, continua o autarca e dirigente social democrata, pelo que “ainda não chegou o momento de uma avaliação, muito menos de uma decisão” quanto a uma recandidatura a um último mandato autárquico.

Quanto ao acordo hoje rubricado, é semelhante aos anteriores, que têm dado, desde 2001, maiorias absolutas à coligação “Mais Ação Mais Famalicão” no município.

“Orgulha-nos o trajeto até agora desenvolvido por este profeto político”, começou por afirmar o líder da concelhia do CDS-PP, Ricardo Mendes, acrescentando que a motivação dos dois partidos é que “o desenvolvimento de Famalicão não termine”.

Manter o rumo nos próximos quatro é, por isso, o objetivo do novo projeto político da coligação, com Paulo Cunha a sublinhar que “somos um concelho cada vez mais ambicioso e mais exigente e estes dois partidos querem que isso de mantenha”.

O líder social democrata assinalou ainda que a formalização da coligação, que aconteceu esta segunda-feira, é apenas “o ponto de partida para um percurso longo que terminará com a realização das eleições”. Por isso, sustenta que “é preciso uma grande capacidade de auscultação junto dos famalicenses” e que PSD e CDS-PP “estão abertos ao contributo de todos para a construção do projeto autárquico”. Refira-se que o acordo, agora rubricado determina que o PSD apresentará o candidato à Câmara e o CDS indicará com o cabeça de lista à Assembleia Municipal.

PARTILHE ESTE ARTIGO:

FAMA TV

FAMA RÁDIO

ARTIGOS RECENTES

ARQUIVO

OP NAS REDES