Siga o OP nas redes

Sociedade

Ministério da Saúde manda suspender atividade não urgente no SNS

Publicado

em

Os hospitais do Serviço Nacional de Saúde (SNS) receberam esta terça-feira orientações para ativarem os planos de contingência e suspenderem, durante o mês de novembro, “a atividade assistencial não urgente que, pela natureza ou prioridade clínica, não implique risco de vida para os utentes, limitação do seu prognóstico ou limitação de acesso a tratamentos periódicos ou de vigilância”.

A indicação surge num despacho assinado pela ministra da Saúde, Marta Temido e que é hoje divulgado pelo Jornal i.

O diploma determina ainda que compete às Administrações Regionais de Saúde assegurar a coordenação da capacidade instalada nos hospitais da sua área geográfica e, sempre que necessário, tomar as medidas adequadas à articulação inter-regional. Fica também determinada a coordenação de vagas em cuidados intensivos.

A orientação surge numa altura em que os profissionais relatam uma situação caótica no Centro Hospitalar Tâmega e Sousa, até aqui o único hospital que tinha suspenso por completo atividade não urgente. A Norte, também os hospitais de São João e de Gaia tinham já começado a ter de limitar atividade.

PARTILHE ESTE ARTIGO:

FAMA TV

FAMA RÁDIO

ARTIGOS RECENTES

ARQUIVO

OP NAS REDES

anuncie neste espaço > ligue +351252308147